EXTREMO NORTE

Está chegando o grande dia, Miss Roraima 2020, um dos momentos mais aguardados de um concurso de beleza è o desfile de gala e é com muita alegria que anunciamos para vocês que o concurso Miss Roraima tem o talentoso estilista brasiliense @alexbbarros proprietário da @vualadress como o estilista oficial dos trajes de galas das nossas misses, diretamente da capital do Brasil o querido Alex Barros estará em Roraima vestindo nossas misses com os mais lindos e glamurosos trajes de gala.

O concurso Miss Roraima 2020 conta com o maravilhoso apoio do Governo Roraima por meio da Secretaria de Cultura do estado @govroraima @secult.rr.

Dia 9 de janeiro no concurso Miss Roraima será realizado no maior e mais conceituado espaço de eventos do estado, o @teatromunicipaldeboavista será palco deste grande show da beleza roraimense, com capacidade para mais de 1.000 pessoas e com uma estrutura incrível.

 


.

Resultados divulgados nesta terça-feira (21) pela cervejaria Backer apontam que, ao contrário de parecer do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), não foi encontrado dietilenoglicol na água usada na produção de cervejas da marca. A análise, contratada pela empresa, foi feita pelo departamento de química da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

As amostras de água analisadas pela UFMG são as mesmas usadas pelo Mapa. Os testes foram realizados com a permissão do ministério. 

A perícia contratada pela Backer também aponta que a presença de dietilenoglicol nas cervejas foi “eventual”. As amostras analisadas mostram um declínio na contaminação dos lotes, em vez de um quadro de contaminação constante, o que sugeriria uma falha no processo de produção da cerveja.

Segundo o parecer da universidade, o lote L2 1348 da cerveja Belorizontina, produzido em 11 de novembro, é o que apresenta a maior quantidade da substância tóxica, 0,83 gramas (g) por 100 mililitros (ml). Nos lotes subsequentes o índice de contaminação é menor. O lote de 24 de dezembro tem 0,41g por 100ml e o lote de 3 de janeiro, 0,21ml. Os resultados foram apresentados hoje em entrevista coletiva.

“São dados que apontam um pico de contaminação em novembro, mas que não persistiu ao longo das semanas. No caso de um problema no processo, o mais provável é que a concentração inicial fosse mais constante, e não decrescente”, afirmou o professor do departamento da UFMG, mestre em ciências dos alimentos e doutor em química, Bruno Botelho, contratado pela Backer para realizar uma análise independente da já realizada pela Polícia Civil e pelo Mapa.

Toxicidade

Botelho também trouxe dados sobre o poder de toxicidade do dietilenoglicol. Segundo ele, a literatura médica sobre o assunto traz um consenso de que a intoxicação pela substância ocorre quando a ingestão dela se dá em uma proporção de 1,1g para cada quilo corpóreo.

Os dados trazidos pelo professor trazem questionamentos sobre o poder de toxicidade das cervejas contaminadas. “Pela proporção, um adulto de 70 kg teria que consumir por volta de 80g dessa substância. Se eu falei que uma garrafa de 600 ml tem 4,8g, a pessoa precisaria beber 16 delas, cujo volume final seria em torno de 9,6 litros de cerveja”.

A Secretaria de Saúde de Minas Gerais confirmou nesta segunda-feira (20) que foram notificados 21 casos suspeitos de intoxicação por dietilenoglicol. Segundo a secrearia, quatro casos tiveram a intoxicação confirmada e 17 estão sob investigação. Até agora, quatro pessoas morreram. Três dessas mortes estão entre os 17 casos sob investigação.

A ingestão de dietilenoglicol pode provocar a síndrome nefroneural, que pode provocar insuficiência renal aguda e alterações neurológicas, como paralisia facial, embaçamento ou perda da visão, entre outros sintomas.

Edição: Aline Leal
 

Nesta quinta-feira, 26, os vereadores se reúnem no Plenarinho da Câmara Municipal em sessão extraordinária para votar seis projetos de autoria do Poder Executivo. 

Entre os projetos, estão a desafetação em parte da rua Nilo Melo no bairro 31 de março, que permite a ampliação do espaço físico do Centro de Ensino e Instrução do Corpo de Bombeiros. 

 

Os parlamentares também votam a alteração na legislação que concede licença à servidora gestante por 210 dias.

Um grupo de 15 pessoas, todas adultas, se perdeu neste sábado ao subir a Serra Grande, região de turismo no município do Cantá, ao Norte de Roraima. Um equipe do Corpo de Bombeiros será enviada ao local para resgatá-los.

O grupo subiu a serra por volta de 9h deste sábado e acionou os Bombeiros por volta das 15h. A região é de mata fechada.

O local onde eles estão, no topo da Serra, já foi identificado e uma equipe será enviada à região para avaliar a situação.

A assessoria dos Bombeiros informou que tem conseguido manter contato com o grupo via internet e telefone. Todos estão bem.

Com 850 metros de altura, a Serra Grande é uma das principais atrações no estado para aventureiros e amantes da natureza. Na região há cachoeiras e piscinas naturais.

O Plenário da Câmara dos Deputados pode votar na segunda-feira (9) o aumento de 1 ponto percentual nos repasses de tributos da União para os municípios. A mudança consta da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 391/17, do Senado.

Atualmente, a Constituição federal determina à União o repasse de parte da arrecadação do imposto de renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para estados, Distrito Federal e municípios.

No caso dos municípios, de 49% da arrecadação total desses tributos, 22,5 pontos percentuais ficam com as cidades, por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Com a PEC, passam a ser 23,5 pontos percentuais, aumentando o repasse global de 49% para 50% da arrecadação.

O texto prevê um aumento gradativo nos quatro primeiros anos da vigência da futura emenda constitucional. Nos dois anos seguintes, o repasse a mais será de 0,25 ponto percentual. No terceiro ano, de 0,5 ponto percentual; e do quarto ano em diante, de 1 ponto percentual.

Lavagem de dinheiro
Na terça-feira (10), os deputados podem votar a Medida Provisória 893/19, que transfere o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Economia para o Banco Central (BC), reestruturando o órgão.

O Coaf tem a atribuição de produzir informações para prevenir e combater a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo, aplicando penas administrativas a entidades do sistema financeiro que não enviarem os dados necessários para esse trabalho de inteligência.

projeto de lei de conversão do deputado Reinhold Stephanes Junior (PSD-PR) reverte alterações feitas pela MP, como a mudança do nome do Coaf para Unidade de Inteligência Financeira (UIF) e a transformação do plenário, órgão colegiado, em conselho deliberativo. Assim, o órgão continuará a se chamar Coaf.

Esse plenário é a principal instância decisória e contará com o presidente do Coaf e mais 12 servidores ocupantes de cargos efetivos. Atualmente, são 11.

Criança com microcefalia
Já a Medida Provisória 894/19 prevê o pagamento de pensão mensal vitalícia, no valor de um salário mínimo, para crianças com síndrome congênita do Zika vírus (microcefalia).

De acordo com o projeto de lei de conversão do relator, senador Izalci Lucas (PSDB-DF), será concedida a pensão às crianças afetadas pelo vírus e nascidas entre 1° de janeiro de 2015 e 31 de dezembro de 2019. A MP original limitava o benefício àquelas nascidas até dezembro de 2018.

Levantamento realizado pelo Ministério da Cidadania indica que 3.112 crianças nasceram com microcefalia de janeiro de 2015 a dezembro de 2018 e são beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Para tramitarem, é necessário que sejam lidos os ofícios de encaminhamento de ambas as MPs.

Imposto sobre serviços
Também podem ser analisados os destaques apresentados pelos partidos ao Projeto de Lei Complementar (PLP) 461/17, do Senado, que cria uma transição para a transferência do recebimento do Imposto sobre Serviços (ISS) da cidade sede do prestador do serviço para a cidade onde ele é efetivamente prestado.

substitutivo do deputado Herculano Passos (MDB-SP) estabelece uma transição para não prejudicar o caixa dos municípios que perderão receita. Os tipos de serviços atingidos são: planos de saúde; planos médico-veterinários; administração de fundos, consórcios, cartões de crédito e débito, carteiras de clientes e cheques pré-datados; e serviços de arrendamento mercantil (leasing).

Até o fim de 2020, 66,5% do ISS nesses tipos de serviços ficarão com o município do local do estabelecimento do prestador do serviço e 33,5% com o município do domicílio do usuário final do serviço.

Em 2021, será o inverso: 33,5% do ISS ficarão com o município do local do estabelecimento do prestador do serviço e 66,5% com o município do domicílio do usuário final. Em 2022, 15% ficarão com a cidade do prestador do serviço e 85% com a cidade do usuário final.

A partir de 2023, 100% do ISS ficará com o município do domicílio do usuário final.

Créditos de ICMS
Outro projeto de lei complementar (PLP) que pode ser votado é o PLP 223/19, do Senado, que prorroga de 1º de janeiro de 2020 para 1º de janeiro de 2033 o prazo a partir do qual empresas exportadoras poderão contar com crédito de ICMS sobre insumos (energia elétrica, telecomunicações e outras mercadorias) não utilizados diretamente no processo de produção de produtos a serem exportados.

A ideia é evitar perdas de arrecadação do ICMS para os estados, que cobrariam da União o montante que deixariam de receber porque a Lei Kandir (Lei Complementar 87/96) prevê a isenção de tributos para produtos exportados.

Banda larga e imóveis
Ainda na segunda-feira, a Câmara dos Deputados pode analisar o Projeto de Lei 1481/07, do Senado, que autoriza o uso de recursos do Fundo de Universalização das Telecomunicações (Fust) para ampliação da banda larga nas escolas.

O Fust arrecada R$ 1 bilhão anualmente e já tem acumulado R$ 21,8 bilhões, mas praticamente não foi utilizado para investimentos no setor de telecomunicações. Atualmente, a lei permite a aplicação dos recursos apenas para a expansão da telefonia fixa.

Em audiência pública realizada no último dia 19 de novembro, na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, o governo disse que pretende enviar à Câmara um projeto que permite o uso do dinheiro do Fust por prestadoras em regime privado, como as operadoras de telefonia móvel, e por pequenos provedores que atuam em pequenos municípios brasileiros, que hoje têm dificuldade de acesso a crédito.

Outro projeto de lei em pauta é o PL 1792/19, do deputado Dr. Leonardo (Solidariedade-MT), que amplia para 2025 o prazo de ratificação de registro de imóveis na fronteira.

Confira a pauta completa do Plenário

 

Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Pierre Triboli

 

Werverton Rosas, Vinicyus Gabriel Andrade e Andrae Nogueira, estudantes da Escola Estadual em Tempo Integral José Vieira de Sales Guerra, localizada no município de Caracaraí, são finalistas da 6° edição da OLP (Olimpíada de Língua Portuguesa), na categoria Documentário. A fase final ocorre dia 9 de dezembro, em São Paulo (SP).

Orientados pela professora Clébia Ferreira, os estudantes produziram um documentário de cinco minutos com o tema "Caracaraí: Minha História/Nossa História", que conta sobre a história da cidade-porto desde a sua fundação até os dias atuais.

“Está é a primeira vez que a escola participa da OLP e estamos muito felizes. Por ser uma escola do interior do Estado, as dificuldades são maiores. Mas fomos em frente, trabalhando com dedicação e driblando as barreiras alcançamos os nossos objetivos e conquistamos as medalhas”, explicou a professora Clébia.

A equipe passou das etapas Estadual e Regional (disputada em São Paulo), onde conquistou as medalhas de bronze e prata. Agora, os estudantes estão concorrendo na etapa Nacional, disputando a medalha de ouro.

“Está sendo uma experiência boa, estamos adquirindo muitos conhecimentos e conhecendo outros trabalhos. É gratificante poder levar a história da nossa cidade para fora da nossa região. Tudo o que estamos vivendo é único e impagável”, ressaltou o aluno, Vinicyus Gabriel Andrade.

Além da José Vieira de Sales Guerra, outras escolas estaduais também participaram da OLP e conquistaram a medalha de bronze. É o caso da Escola Padre Eugenio Possamai, localizada no município de Rorainópolis, que concorreu na categoria Crônica.

A Escola Professora Wanda David Aguiar concorreu na categoria Memórias Literárias. A estudante Waléria Teixeira dos Reis, da Escola Mario David Andreazza, conquistou a medalha de prata em São Paulo (SP) na categoria Artigo de Opinião.

Para ampliar os conhecimentos dos gêneros literários da competição, a Seed (Secretaria de Educação e Desporto), por meio do Ceforr (Centro Estadual de Formação dos Profissionais da Educação de Roraima), realizou uma oficina de formação das categorias da OLP para os professores.

OLIMPÍADA DE LÍNGUA PORTUGUESA - É um concurso de produção de textos para alunos de escolas públicas de todo o País. A iniciativa é do Ministério da Educação e da Fundação Itaú Social, com a coordenação técnica do Cenpec (Centro de estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária). O tema das produções é "O lugar onde vivo", que propicia aos alunos estreitar vínculos com a comunidade e aprofundar o conhecimento sobre a realidade local, contribuindo para o desenvolvimento de sua cidadania.

Escrito por MARÍLIA MESQUITA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursou na tarde deste sábado (9) em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, e disse que Jair Bolsonaro foi eleito para governar para o povo brasileiro e não para os milicianos do Rio. Lula fez um discurso agressivo e atacou o ministro da Economia, Paulo Guedes, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, o procurador da República Deltan Dallagnol e a Operação Lava Jato.

"Ele [Bolsonaro] foi eleito. Democraticamente nós aceitamos o resultado da eleição. Esse cara tem um mandato de 4 anos. Agora, ele foi eleito para governar para o povo basileiro, e não para governar para os milicianos do Rio de Janeiro" , disse Lula.

 
 
Lula diz que Bolsonaro foi eleito para governar para o povo, e não para milicianos

Lula diz que Bolsonaro foi eleito para governar para o povo, e não para milicianos

"Eu duvido que o Moro durma com a consciência tranquila que eu durmo. Eu duvido que o tal do Dallagnol durma com a consciência tranquila que eu durmo. Aliás, eu duvido que o seu Bolsonaro durma com a consciência tranquila que eu durmo. Eu duvido que o ministro demolidor de sonhos, destruidor de empregos, destruidor de empresas públicas brasileiras, chamado Guedes, durma com a consciência tranquila que eu durmo. E eu quero dizer pra eles, eu estou de volta".

 "Eu poderia ter ido a uma embaixada, eu poderia ter ido a um outro país, mas eu tomei a decisão de ir lá [ser preso]. Porque eu preciso provar que o juiz Moro não era juiz, era um canalha que estava me julgando" , disse o ex-presidente.] 

 

Lula foi solto nesta sexta-feira (8) após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e 580 dias preso. O ex-presidente passou a noite em Curitiba e embarcou em um avião fretado na manhã deste sábado rumo a São Paulo.

Em São Bernardo do Campo, estavam presentes Fernando HaddadMarcelo FreixoGuilherme BoulosGleisi Hoffmann e outras lideranças do Partido dos Trabalhadores (PT). A fala do ex-presidente durou cerca de 1 hora. Lula disse que o Brasil já foi "respeitado no mundo inteiro".

"Não adianta ficar preocupado com as ameaças que eles fazem na televisão. Que vai ter miliciano, que vai ter o AI-5 outra vez. A gente tem que ter a seguinte decisão: esse país é de 210 milhões de habitantes e a gente não pode permitir que os milicianos acabem com esse país que nós construímos", disse em ataque ao governo de Jair Bolsonaro.

 "Se as pessoas tiverem onde trabalhar, se as pessoas tiverem salário, se as pessoas tiverem onde estudar, se as pessoas tiverem acesso à cultura, a violência vai cair. Nós temos que dizer contra a distribuição de armas do Bolsonaro. Nós vamos distribuir livros". 

 
Manifestantes com máscara do ex-presidente Lula em São Bernardo do Campo — Foto: Reprodução/TV Globo

Manifestantes com máscara do ex-presidente Lula em São Bernardo do Campo — Foto: Reprodução/TV Globo

Nota da Globo

Durante o discurso, Lula também usou palavras chulas e disse inverdades sobre a TV Globo. Sobre o fato, a emissora divulgou a seguinte nota:

"A Globo repudia os ataques do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A prova de isenção da emissora é a transmissão do discurso que o ex-presidente fez ontem e hoje. Também é prova de sua isenção ser alvo de ataques dos extremos do espectro político hoje, tão radicalizado. A Globo faz jornalismo sério e continuará a fazer. Sem se intimidar e sem jamais perder a serenidade." 

 
 
 

As defesas do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do ex-ministro José Dirceu pediram à Justiça, nesta sexta-feira (8), que eles deixem a prisão.

O advogado Cristiano Zanin, que defende Lula, se reuniu com o petista na sede da Polícia Federal (PF), em Curitiba, nesta manhã.

"Nós aconselhamos o ex-presidente Lula a fazer o pedido para a sua liberdade estabelecida, com base na decisão proferida ontem pelo Supremo Tribunal Federal. Saímos da reunião e já protocolamos esse pedido, e agora iremos conversar com a doutora Carolina Lebbos, que deve analisar o pedido que acabamos de fazer”, afirmou o advogado.

A juíza federal Carolina Lebbos, responsável pela execução penal de Lula, está de férias. De acordo com a Justiça Federal do Paraná, o responsável pelos processos 12ª Vara de Execuções Penais é o juiz Danilo Pereira Júnior.

A defesa de Lula pede que o ex-presidente saia imediatamente da carceragem.

 

"Em razão de condenação não transitada em julgado e (ii) seu encarceramento não está fundamentado em nenhuma das hipóteses previstas no art. 312 do Código de Processo Penal, torna-se imperioso dar-se imediato cumprimento à decisão emanada da Suprema Corte", diz um trecho da petição.

 

Lula está preso na sede da PF.

Já José Dirceu cumpre pena no Complexo-Médico Penal em Pinhais, na Região Metropolitana da capital paranaense.

De acordo com a petição protocolada pela defesa do ex-ministro, mesmo que o acórdão do Supremo Tribunal Federal (STF) ainda não tenha sido publicado, o alvará de soltura pode ser expedido imediatamente.

 

"Embora a decisão que fundamenta o presente pedido não tenha sido publicada, o julgamento foi realizado em sessão pública e transmitido pela TV Justiça e pela imprensa com repercussão nacional, sendo, portanto, fato jurídico notório", diz a parte do pedido.

 

Os pedidos ocorrem um dia após o STF derrubar a prisão de condenados em segunda instância.

A maioria dos ministros decidiu que, segundo a Constituição, ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado (fase em que não cabe mais recurso) e que a execução provisória da pena fere o princípio da presunção de inocência.

 

Lula condenado

 

Lula foi condenado em duas instâncias no caso do triplex em Guarujá (SP) e ainda aguarda julgamento de recursos em cortes superiores. O ex-presidente nega as acusações e diz ser inocente.

Ele está preso desde 7 de abril de 2018 na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba, onde cumpre pena de 8 anos, 10 meses e 20 dias.

O ex-presidente já tem os requisitos necessários para progredir para o regime semiaberto: atingiu 1/6 da pena em 29 de setembro deste ano. O Ministério Público Federal pediu a mudança para a prisão domiciliar, mas a defesa de Lula disse ser contra, porque espera a absolvição do ex-presidente.

Em 30 de outubro, a juíza Carolina Lebbos informou que só iria decidir sobre a progressão de pena do petista depois do julgamento do STF.

Cristiano Zanin, advogado de Lula, esteve na Polícia Federal em Curitiba nesta sexta-feira (8) — Foto: Reprodução.

 

Condenações e processos

 

Na primeira instância, em decisão do então juiz Sérgio Moro, a pena imposta a Lula era de 9 anos e 6 meses, por corrupção e lavagem de dinheiro.

O juiz entendeu que Lula recebeu o triplex do Guarujá como propina da construtora OAS para favorecer a empresa em contratos com a Petrobras. O ex-presidente afirma ser inocente.

Depois, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) elevou a pena para 12 anos e 1 mês. Em abril deste ano, o tempo foi reduzido no Superior Tribunal de Justiça (STJ) a 8 anos, 10 meses e 20 dias.

Na Lava Jato, o ex-presidente também foi condenado em primeira instância pela juíza substituta Gabriela Hardt por corrupção e lavagem de dinheiro por ter recebido propina por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP), em fevereiro deste ano.

A pena de Lula nesse processo é de 12 anos e 11 meses. A defesa recorreu, e a ação ainda não foi julgada pelo TRF4.

Lula nega as acusações.

O ex-presidente responde a mais seis processos. Ele foi o primeiro ex-presidente do Brasil condenado por crime comum.

 

José Dirceu

 

José Dirceu cumpre pena de 8 anos e 10 meses de prisão em um processo que investigou recebimento de propina em um contrato com a empresa Apolo Tubulars para o fornecimento de tubos para a Petrobras, entre 2009 e 2012.

 

Dirceu foi inicialmente condenado, em 2017, a 11 anos e 3 meses na primeira instância pelo juiz Sérgio Moro. Em setembro de 2018, a pena foi reduzida pelo TRF-4.

Antes disso, entre agosto de 2015 e maio de 2017, o ex-ministro ficou preso em Curitiba cumprindo pena pela primeira condenação que recebeu na Lava Jato, que apurava irregularidade na diretoria de Serviços da Petrobras.

Na oportunidade, o STF concedeu a José Dirceu um habeas corpus e o direito de aguardar o julgamento dos recursos desse processo com monitoramento por tornozeleira eletrônica.

Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

O calor que o roraimense tem sentido nos últimos dias, que beira os 34 graus, vai se estender até meados de março de 2020. Essa é a previsão apresentada pelo meteorologista da Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Femarh), Ramon Alves.

“Vamos ter um período de poucas chuvas no Estado. E sem a chuva e sem nuvens no céu, ficamos sem a única cobertura que alivia o calor, e a tendência é enfrentarmos calor de 30 graus no período da noite e chegar a 36 graus durante o dia, especialmente próximo ao meio dia”, disse. “Claro que não será todos os dias que vamos enfrentar temperaturas altas; e haverá uma variação média de 32 graus”, afirmou. “A tendência é de muito calor em todo Estado, até o mês de março, quando inicia o período de chuvas e começa a amenizar com temperaturas mais brandas”, afirmou.

Segundo dados do CPTEC/Inpe (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, do Instituto Nacional de Pesquisas) do Ministério da Ciência e Tecnologia, a precipitação observada dos últimos 30 dias no Estado de Roraima, mostra que o acumulado de chuva no Estado foi próximo de 25mm. Já os dados registrados pela Estação Automática A135 do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), mostraram que durante os oito dias em que choveu no Estado, no mês de outubro deste ano, o acumulado de precipitação foi de 57,9mm com temperatura média de 30,1ºC. Em novembro, até o dia 2, já choveu 6,8mm em Boa Vista. 

 

O prognóstico das tendências climáticas para o trimestre, novembro, dezembro e janeiro indicam condição de neutralidade, 29% indicam El Niño e 3% indicam La Niña. A previsão para os próximos meses é de chuva próxima da normal climatológica em Roraima. 

Neste mês de novembro e nos próximos meses de dezembro e janeiro de 2020, a previsão é de poucas chuvas, mantendo a média histórica de menos de 100 milímetros no acumulado de cada mês. Sendo que este mês a média de chuvas é de apenas 50 milímetros de chuvas. Em dezembro diminui ainda mais e tem previsão de apenas 40 milímetros. Já em janeiro de 2020 está prevista apenas 35 milímetros.  

A referência histórica de precipitação em Boa Vista é de 1.678,6mm de chuva. De janeiro a outubro de 2019, o acumulado de precipitação foi de 1.748,2mm, com a maior precipitação no mês de junho com 437,5mm e a menor precipitação aconteceu em fevereiro, com apenas 0,2mm.

VENTOS - Quanto à possibilidade de ventos fortes, Ramon Alves descartou que esse fator pode acontecer ainda este ano em Roraima. Pela previsão divulgada pelo meteorologista, os ventos devem chegar a apenas 5 km por hora e os ventos mais fortes acontecerão apenas a Nordeste de Roraima, no município de Normandia.

“Os ventos estarão mais fortes nas áreas abertas do município de Normandia, mas serão periódicos e com poucas rajadas de ventos que podem chegar a 50 km por hora, mas é pouco provável de acontecer ainda este ano”, disse.

RIOS - Já o monitoramento dos níveis fluviométricos dos rios de Roraima, obtidos na Rede Hidrometeorológica Nacional, o nível do Rio Branco em Boa Vista se encontra em 1,48m e no município de Caracaraí está a 2,05m. Comparando com 2018, os níveis foram respectivamente 1,29m e 1,97m. (R.R)

Por Ribamar Rocha

A reforma administrativa também está no radar da equipe econômica. Uma das medidas do governo deve ser a redução do número de cargos intermediários e mudança na estabilidade de novos concursados para o serviço público. Os atuais servidores e os de carreiras típicas de Estado, entretanto, devem manter a estabilidade. Atualmente, todos os servidores públicos estatutários têm direito à estabilidade no cargo após três anos de atividade.

O presidente Jair Bolsonaro se preocupa ainda com a alta carga tributária no país, que, segundo ele, encarece a cadeia produtiva e é um entrave à competitividade dos produtos brasileiros para exportação. A primeira parte do projeto de reforma tributária que será encaminhado ao Legislativo deve tratar da simplificação do PIS/Cofins.

Viagens

A criação de empregos no país já totaliza 761.776 de janeiro a setembro, 6% a mais que no mesmo período do ano passado. Para Bolsonaro, o saldo positivo é um sinal de recuperação da economia e confiança dos investidores no país.

O presidente comemora ainda os acordos bilaterais e investimentos anunciados durante sua última viagem à Ásia e ao Oriente Médio. Durante dez dias, ele passou por cinco países apresentando as reformas que o governo brasileiro está empreendendo na área econômica e as oportunidades no país.

O grupo Mubadala, um dos dois grandes fundos soberanos dos Emirados Árabes Unidos, anunciou mais investimentos no Brasil, assim como o Fundo de Investimento Público saudita (PIF), que pretende desenvolver projetos da ordem de US$ 10 bilhões. Com esses recursos, o governo brasileiro quer impulsionar os projetos de infraestrutura e de concessões e privatizações do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). De acordo com Bolsonaro, o Brasil já recebeu US$ 28 bilhões em investimentos estrangeiros nos primeiros seis meses de 2019.

Edição: Graça Adjuto
 

DÊ SUA OPINIÃO SOBRE A QUALIDADE DO CONTEÚDO QUE VOCÊ ACESSOU.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.